Pressa

Superação do cio biológico: A história humana (individual e coletiva) é determinada pela superação do cio biológico da fêmea em busca do cio psicobiofísico.          A Sabedoria Popular sempre considerou a dimensão da Energia Material Humana na sua visão de mundo.          O afluxo sanguíneo é que gera a potência genital, seja no homem, seja na mulher.          As doenças do corpo e da mente são alimentadas pela energia material humana mortal/negativa.          Fusão genital é o modelo de relação sexual onde homem e mulher vivenciam sua potência genital.          O modelo de vida (individual ou coletiva) da auto-regulação pressupõe a consciência e o enfrentamento da realidade do pecado.          A noção de pecado originária da Sabedoria Popular é porque essa sempre considerou a dimensão da energia material humana na sua visão de mundo.          Para a Sabedoria Popular pecado é a transgressão de alguma lei que rege a natureza humana.          Potente é quem, mais do que em suas capacidades, tem consciência de seus limites e os respeita, buscando sua superação.          A vivência da virtude nos faz potente e a vivência do pecado nos deixa impotente para amar e gozar a vida.          Não existe pessoa desorganizada: uns se organizam para ter paz, outros para ter aflição.

Pressa

Que peça

é essa

que a história

me pregou?!

Essa pressa

imersa

em meu peito

e que minha alma

atravancou!

A minha alma

que na antiga calma

só vida criou!

Mas essa pressa

que em mim

devagarinho

e sorrateira

se instalou

não há o que a meça

no tempo a fluir

e que a impeça

de me deixar

a vida fruir.

O tempo escorre

e o que carrego

no coração

é apenas eça

de um caixão

que há de vir

pois que em mim

 morre

com essa pressa

a natural calma

de minha alma.

G. Fábio Madureira